Thalita Reboucas - Fala Sério, Pai !

Thalita Reboucas - Fala Sério, Pai !

Depois de Fala sério, mãe!, chegou a hora de conhecer melhor o pai de Maria de Lourdes, ou melhor, Malu, a menina mais divertida da Tijuca. Neste livro, Armando, jornalista esportivo e peladeiro convicto, conta sua trajetória (e seus percalços) como pai de primeira viagem, desde a descoberta de que estava “grávido” até a saída da primogênita de casa, com 21 anos. Estão aqui diálogos que mesclam humor e emoção sobre fraldas, viagens, namorados, separação, candidatas a madrasta, festas, menstruação, beijos, sutiãs… Enfim, tudo o que acontece numa relação entre pai e filha. A primeira metade do livro mostra o ponto de vista de Armando, mas é Malu quem assume a narrativa na outra metade, após um marcante episódio de sua vida.

As desventuras e percalços de um pai de primeira viagem, desde a descoberta de que estava grávido até a saída de sua primogênita de casa.

Este é o mote de Fala sério, pai!, livro em que a escritora carioca Thalita Rebouças – sucesso absoluto entre o público adolescente, com mais de 350 mil exemplares vendidos – apresenta aos jovens leitores Armando, jornalista esportivo, peladeiro convicto e pai de Maria de Lourdes, ou melhor, Malu – a divertida personagem criada pela autora.

Com uma linguagem leve, bem-humorada e antenada com a juventude, Thalita dá voz tanto ao pai quanto à filha, em diálogos que, mesclando emoção e risadas, versam sobre temas que atormentam e aborrecem todo paizão: fraldas, viagens, namorados, festas, menstruação, beijos, sutiãs, entre outros.

Orelha do livro:

– Vamos fazer assim, pai: agora você me leva na Alice, espera lá embaixo uns 40 minutinhos e depois leva a gente pra Nanda. De lá  passamos num posto para comprar petiscos e aí bora pra festa. Quando eu quiser que você me apanhe, eu ligo, beleza?

– Vem cá, Malu, por acaso você está achando que eu sou seu motorista?

– Arrã.

– Aprende uma coisa, minha filha: pais NÃO são motoristas!

– Mas não é legal me levar e me buscar?

– É o oposto de legal. Você acha que eu não tenho nada melhor pra fazer?

– Acho.

– Maria de Lourdes!

– Pai, você só me chama assim quando tá bravo comigo. Por favor, leva sua filha linda e espetacular pra festa… Ela te ama tanto…

– Não vem com “eu te amo”, que não me convence. Por que é que você tem que subir na Alice?

– Ela não consegue decidir se vai de saia ou de vestido, ou seja, precisa muito de mim.

– Você não vai subir.

– Não dá, pai, tenho que ajudar a Alice. A festa é importantaça, é o lançamento deste livro.

– Que livro, Malu?

– O livro sobre a gente, ué. Os pais estavam se sentindo ignorados e tanto pediram que agora têm um livro só sobre eles. Eu sou fofa demais, mesmo.

– É maluca demais, isso sim. E mimada demais também, porque eu nunca soube dizer não pra você.

– Nunca mesmo. Tanto que todos os nãos que você não disse pra mim estão no livro. Assim como sua aversão a fraldas, ao meu cocô gigante quando eu era bebê e a alguns namorados meus. Nossas brigas e diálogos mais legais também estão nele.

– Se sou protagonista do livro, eu tinha que estar nessa festa, não?

– Você em festa de adolescente? Fala sério, pai! Pai em festa de gente da minha idade é mico.

– Fala sério, Malu!

– Não, pai! Esse livro não existe.

– Mas vai existir. Ah, se vai! E você não perde por esperar!

À venda  pela internet. É só clicar no link abaixo para comprar o livro no mundo virtual.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...